Lipoaspiração: removendo a gordura localizada

 

A lipoaspiração é o procedimento mais realizado em cirurgia plástica. Foi desenvolvida há cerca de trinta anos e possibilita a retirada de gordura localizada através de pequenos orifícios posicionados em áreas estratégicas do corpo, que ficam praticamente imperceptíveis.
Existem vários locais onde a lipoaspiração pode ser realizada, como nas coxas, quadris, abdômen, joelho, pescoço e braços. Ao contrário do que se pensa, a lipoaspiração em homens é um procedimento que tem crescido muito, juntamente com os procedimentos feitos em mulheres. A seguir, esclarecemos todas as suas dúvidas sobre a lipoaspiração:

É sempre importante destacar que a lipoaspiração não é um tratamento para a obesidade e, por isso, não substitui uma boa alimentação aliada à prática de exercícios físicos. Pessoas que pratiquem exercícios e, mesmo assim, tenha gordura localizada, são os candidatos a esse procedimento.

Antes da cirurgia, será necessária a realização de exames de laboratório ou avaliação médica, bem como o ajuste de medicamentos ou troca de outros. Parar de fumar também é fundamental, além de evitar tomar aspirina e anti-inflamatórios, que podem aumentar as chances de sangramento.

Após esse procedimento, é possível, em casos raros, que surjam cicatrizes desfavoráveis, hematomas, acúmulo de líquido, má cicatrização, necrose da pele, alteração de sensibilidade da pele, assimetria ou, em casos extremos, danos em estruturas mais profundas como nervos, vasos sanguíneos, músculos ou pulmões, com trombose venosa profunda, complicações cardíacas e pulmonares. A escolha do profissional é fundamental para um bom resultado.

A lipoaspiração é indicada para pessoas que estão incomodadas com o excesso de gordura em alguma parte do corpo e não obtêm resultados com a prática de exercícios físicos e dieta. O paciente deve ter sua saúde avaliada e seus exames pré-operatórios devem ser bons.

Primeiramente, é aplicada a anestesia, que pode ser por meio peridural, local e sedação ou anestesia geral. Depois, são feitas pequenas incisões, quase imperceptíveis, e uma solução líquida estéril é infundida para reduzir o sangramento e o trauma. Em seguida, uma cânula é inserida através dessas incisões para soltar o excesso de gordura, que é aspirada para fora do corpo.

Uma malha de compressão ou bandagens elásticas são colocadas nas áreas tratadas na finalização do procedimento para ajudar a controlar o inchaço e comprimir a pele. Com práticas contínuas de dieta e atividade física, começará a surgir o contorno corporal, assim que o inchaço e a retenção de líquido diminuírem.

Se o paciente sentir falta de ar, dores no peito ou batimentos cardíacos anormais, é recomendável que procure atendimento médico imediatamente.

O inchaço causado pela cirurgia de lipoaspiração desaparece após alguns meses e o corpo deve adotar os contornos desejados. Para manter os resultados e fazer com que o corpo mantenha a nova silhueta, é fundamental adotar hábitos saudáveis de alimentação e praticar atividade física.

O custo de uma lipoaspiração varia de acordo com diversos fatores. É recomendável conversar com um cirurgião plástico para avaliar seus honorários e o tipo de procedimento que será realizado.

A lipoaspiração é uma cirurgia plástica indicada para quem tem excesso de gordura corporal e deseja ajustar o contorno do corpo. Já a lipoescultura retira gordura localizada de certas regiões e a enxerta em outras áreas do corpo. Um caso muito comum é o aumento de bumbum, por exemplo, que é feito com a retirada de gordura de outra região.

A lipoaspiração não é mais perigosa do que qualquer outro procedimento cirúrgico, pois envolve os riscos relacionados à anestesia e ao procedimento em si. Entretanto, caso o paciente siga todas as recomendações médicas e não seja fumante, a possibilidade de haver resultados fora do esperado é mínima.

A lipoaspiração pode ser feita em qualquer parte do corpo em que haja gordura localizada. Em geral, abdômen, região dorsal, coxas, lateral das mamas, braços e submento (papada) são as regiões mais submetidas a essa cirurgia.

O tempo de duração da lipoaspiração depende muito da extensão da área que será aspirada, porém, em média, o procedimento leva de três a quatro horas.

Pessoas que possuam doenças como hipertensão, diabetes e obesidade têm o risco cirúrgico aumentado. É essencial conversar com o cirurgião plástico para avaliar a melhor solução.

Uma lipoaspiração grande pede, no mínimo, 24 horas de internação. Em casos menores, o paciente pode ter alta no mesmo dia.

A recuperação dessa cirurgia é rápida, já que há poucos ou nenhum ponto de costura cirúrgico. Uma semana depois da lipoaspiração já é possível voltar ao trabalho, desde que ele não exija muito esforço físico.

O retorno à atividade física pode ser feito de 20 a 30 dias após a cirurgia, mas de maneira leve.

A lipoaspiração a laser permite que, antes de a gordura ser aspirada, ela seja rompida com laser. Esse procedimento facilita a retirada de gordura e tem um pós-operatório menos doloroso.

A lipoaspiração tumescente é indicada para retirar a gordura localizada e é realizada com anestesia local. Por meio dela, retiram-se aproximadamente dois litros de gordura sem a necessidade de transfusão sanguínea. Por esse motivo, ela oferece menos riscos. Os locais mais indicados para fazer a lipoaspiração tumescente são a barriga, braço, coxa, papada (queixo) e flancos.

Agende agora mesmo sua consulta!

Agora que você já conhece um pouco mais sobre os procedimentos cirúrgicos que realizamos, o próximo passo é marcar a sua consulta. Em nosso site, você tem acesso ao que há de melhor relacionado à cirurgia plástica.

Caso o seu interesse seja realizar uma cirurgia plástica que traga inúmeros benefícios, como o aumento da autoestima e da confiança, agende sua consulta. E para agendar, é muito simples: basta preencher os campos do formulário e assim entraremos em contato com você!